NBA: As melhores temporadas de calouros da história da liga

Confira os 10 melhores desempenhos de novatos na NBA

Melhores temporadas calouros NBA
Confira os 10 melhores desempenhos de novatos na NBA. (Crédito: iStock)

Todo ano a principal liga de basquete do mundo é abastecida com diversos jovens talentosos e promissores via Draft. Alguns não conseguem corresponder às expectativas, outros demoram para amadurecer, no entanto, existem as raras exceções, de jovens que já começaram dominando na NBA. Na atual temporada (2019/20), já temos Ja Morant, que já se mostra um excelente jogador e com um enorme potencial, e Zion Williamson, que jogou poucos minutos, mas traz consigo uma expectativa gigantesca. No entanto, os dois precisam de muito se quiserem chegar ao nível dos jogadores desta lista. 

Nós do Betsul, o melhor site de apostas esportivas da América do Sul, separamos as 10 melhores temporadas de calouros da história da NBA. Jovens que chegaram e já na primeira temporada foram dominantes. 

10. Larry Bird

Diferente da grande maioria dos jovens prospectos, Bird não impressionava pela sua habilidade atlética, no entanto, isso não o diminui de forma alguma. Sexta escolha geral do Draft de 1978, Larry não demorou para mostrar para o que veio com a camisa do Boston Celtics. Em sua primeira temporada na NBA, Bird teve médias de 21.3 pontos e 10.4 rebotes por jogo, sendo selecionado para o All-Star (Jogo das Estrelas), além de ajudar seu time a conquistar 32 vitórias a mais que na temporada anterior.  

9. Elvin Hayes

Primeira escolha geral do Draft de 1968, Elvin Hayes teve uma temporada de calouro dominante. Pelo San Diego Rockets - hoje, Houston Rockets -, Hayes foi o cestinha da liga em seu primeiro ano, com médias impressionantes de 28.4 pontos e 17.1 rebotes por jogo. Porém, mesmo com esses números, Hayes não foi eleito Calouro do Ano. 

8.  Wes Unseld

Como se não bastasse ser eleito Calouro do Ano, em 1969, Wes Unseld venceu o prêmio de Jogador Mais Valioso da NBA (MVP). Assim, Unseld se tornou o segundo jogador conseguir tal feito em toda a história da liga. Segunda escolha geral do Draft de 1968, atrás apenas de Elvin Hayes, Unseld superou o rival na eleição de calouro do ano, com médias de 13.8 e 18.2 pontos por jogo, com a camisa do Baltimore Bullets. 

7. Michael Jordan

O maior jogador de basquete da história não poderia ficar de fora dessa lista. Afinal, Michael entrou na liga de forma arrebatadora com médias de 28.2 pontos, 6.5 rebotes e 5.9 assistências por jogo. Dessa maneira, o garoto, selecionado na terceira escolha geral do Draft de 1984, tornou-se um All-Star e foi eleito Calouro do Ano. 

6. Elgin Baylor

Ser eleito Calouro do Ano é quase um feito unânime nessa lista e com Elgin Baylor não seria diferente. Afinal, o ala dos Lakers, que foi a primeira escolha geral do Draft de 1958, teve médias de 24.9 pontos e 15 rebotes por jogo. No entanto, o grande diferencial de Baylor foi levar o time de último colocado na temporada anterior para as Finais da NBA. 

5. Walt Bellamy

Um nome desconhecido para alguns dos fãs do melhor basquete do mundo, mas os feitos de Bellamy foram impressionantes em sua temporada de calouro. Primeira escolha geral do Draft de 1961, o pivô foi selecionado pelo Chicago Packers (hoje, Washington Wizards) e teve médias absurdas de 31.9 pontos e 19 rebotes por partida, o que, consequentemente, o levou a conquistar o Prêmio de Calouro do Ano.

4. Magic Johnson

Em números, a temporada de calouro de Magic não impressionam tanto comparada aos demais nomes da lista. Primeira escolha geral do Draft de 1979, Magic teve médias de 18 pontos, 7.7 rebotes e 7.3 assistências, que foram suficientes para o consagrar como calouro do ano. Porém, o grande feito de Magic veio na pós-temporada. Com a ajuda de Magic, os Lakers foram campeões da NBA e o calouro foi eleito MVP das Finais.

3. Lew Alcindor (Kareem Abdul-Jabbar)

Ao entrar na liga, o lendário pivô ainda era conhecido como Lew Alcindor. Primeira escolha geral do Draft de 1969, o jogador teve uma das melhores temporadas de calouro da história da NBA, com médias de 28.8 pontos e 14.5 rebotes por jogo. Kareem, ou melhor, Lew já se mostrou um jogador imparável em seu primeiro ano na liga, além de ser eleito calouro do ano, ficou atrás apenas de Jerry West na briga de cestinha da temporada.

2. Oscar Robertson

Marcar um triplo-duplo em uma partida não é algo fácil, imagina ter um triplo-duplo de média em sua temporada de calouro. Foi assim que Oscar Robertson estreou na liga, na temporada de 1960/61, com as absurdas médias de 30.5 pontos, 10.1 rebotes e 9.7 assistências por jogo - que já mostravam como seria extraordinário a carreira  do armador - sendo indiscutivelmente o calouro do ano. 

1. Wilt Chamberlain

Se os números de Robertson em sua temporada de calouro são absurdos, os de Wilt Chamberlain são inacreditáveis. Não há dúvidas, nenhum calouro teve uma temporada tão dominante quanto Wilt. O pivô foi selecionado pelo Philadelphia Warriors (hoje, Golden State Warriors) e, na temporada de estreia (1959/60), teve médias de 37.6 pontos e 27 rebotes por jogo. Consequentemente, Chamberlain foi eleito indiscutivelmente o Calouro do Ano e MVP da temporada. 

Aposte com o Betsul

No Betsul, o melhor site de apostas esportivas da América do Sul, você pode transformar os seus palpites na NBA em dinheiro. Cadastre-se e aproveite o bônus de até R$120,00 para apostar nos grandes jogos da melhor liga de basquete do mundo.

Carrinho
SimplesCombinada

Como apostar no Betsul?

Apostar no Betsul é muito simples. E o primeiro passo é criar uma conta. Por questões legais, você precisa ter mais de 18 anos para apostar no Betsul. Depois, é só realizar seu login no site, fazer seu primeiro depósito e escolher a sua modalidade de preferência para apostar!

R$00.000,00

O que é Jogo do Bem?

O Jogo do Bem é uma iniciativa pioneira do Betsul. Com ele, suas apostas esportivas também contribuem para uma sociedade melhor. A cada aposta realizada, parte do valor é destinado a uma causa ou uma instituição social. E tudo isso sem custos adicionais ao jogador.