Veja quais foram as principais aquisições para a reta final da temporada regular da NBA 2020/21

Não satisfeito com Kyrie Irving, Kevin Durant, James Harden e Blake Griffin, o Brooklyn Nets foi atrás de outro All-Star

Não satisfeito com Kyrie Irving, Kevin Durant, James Harden e Blake Griffin, o Brooklyn Nets foi atrás de outro All-Star. (iStock)

Acusado e julgado como culpado de ser o criador dos “supertimes” por muitos, LeBron James parece ser o responsável por essas equipes repletas de All-Stars que chegam para desbancar o seu reinado na NBA.

Atual campeão da NBA com o Los Angeles Lakers, LeBron conta novamente com Anthony Davis para conquistar o bicampeonato e precisou até adquirir novas forças para enfrentar outros times que mais parecem escalações de Jogo das Estrelas. Franquias como Brooklyn Nets, Miami Heat, Denver Nuggets e até, de certa forma, o Chicago Bulls apostaram suas fichas para ir longe na temporada e fazer frente com seus principais rivais.

Confira quais foram as principais aquisições para a reta final da temporada regular da NBA 2020/21:

Andre Drummond - Los Angeles Lakers

Após romper o contrato com o Cleveland Cavaliers, o pivô estava livre no mercado para assinar com qualquer franquia. Para melhorar ainda mais a presença no garrafão, os Lakers aproveitaram a chance e adquiriram Drummond. Quatro vezes líder de rebotes na liga e duas vezes All-Star, o pivô recém-chegado pode adicionar bastante atleticismo para o garrafão junto a Marc Gasol e Montrezl Harrell, além é claro do ala-pivô Anthony Davis.

Na carreira, Drummond tem média de duplo-duplo, mais de 14 pontos e 13 rebotes por partida, o que é excelente para o time dos Lakers, já que toda ajuda à dupla Anthony Davis e LeBron James é bem-vinda para brigar nos Playoffs contra equipes recheadas de grandes jogadores. 

LaMarcus Aldridge - Brooklyn Nets

Há duas temporadas, o Brooklyn Nets tinha um elenco sólido, sem jogadores muito renomados, mas competitivo para a Conferência Leste. No entanto, a franquia de Nova York deu severos passos e aos poucos montou um time que mais parece uma escalação de All-Star. Não satisfeitos com a dupla Kyrie Irving e Kevin Durant, os Nets foram atrás de James Harden no início da atual temporada. Ainda não satisfeitos, adquiriram Blake Griffin também. E, agora, no final da janela de trocas, acertaram com nada mais nada menos do que LaMarcus Aldridge. 

O pivô de 35 anos veio do San Antonio Spurs e, apesar de ter decaído a sua produção na atual temporada, já foi selecionado sete vezes para o All-Star, foi eleito calouro do ano em 2007 e tem média de quase 20 pontos por partida da carreira. Além disso, Aldridge tem vasta experiência nos Playoffs, foram cinco aparições com o Portland Trail Blazers e quatro com o San Antonio Spurs. 

Victor Oladipo - Miami Heat

Quem também não ficou de mãos abanando no Leste foi o Miami Heat. Depois de uma campanha fantástica na última pós-temporada, a franquia da Flórida viu a necessidade e a oportunidade de se reforçar e poder brigar novamente de igual para igual com seus rivais de Conferência que voltaram ainda mais fortes. 

Em busca do segundo título da Conferência Leste e chegar novamente às Finais da NBA, o Miami fez uma troca com o Houston Rockets para adquirir o armador Victor Oladipo. Apesar de ter números um pouco abaixo na atual temporada pelo que se espera dele, Oladipo pode ajudar e muito tanto no ataque como na defesa. E, assim, cenas como a de um Jimmy Butler completamente exausto em jogos decisivos na última pós-temporada serão evitadas. Duas vezes selecionado para o All-Star, selecionado para a Seleção Defensiva em 2018 e jogador com mais evolução também em 2018, Oladipo se junta a nomes como Goran Dragic, Tyler Herro, Duncan Robinson, Bam Adebayo e, claro, Jimmy Butler, para fazer mais uma grande campanha nos Playoffs da NBA. 

Aaron Gordon - Denver Nuggets

Mesmo sendo três vezes vice-campeão do torneio de enterradas, em votações recheadas de controvérsias, Gordon é mais do que um jogador que esbanja atleticismo invejável e muita criatividade para enterrar. Na atual temporada, o ala tem o melhor aproveitamento da carreira na bola de três pontos e a maior média de assistências por partida. 

Essa é a aposta do Denver Nuggets que trocou pelo ala com o Orlando Magic para ir longe nos Playoffs e quem sabe conseguir uma revanche contra os atuais campeões Los Angeles Lakers. 

A campanha na última pós-temporada dos Nuggets foi no mínimo impressionante. Dizem que virar uma série que está perdida por 3 a 1 beira o impossível, mas a franquia do Colorado fez isso não apenas uma como duas vezes consecutivas. Liderados por Jamal Murray e Nikola Jokic, os Nuggets viraram sobre o Utah Jazz e o então poderoso Los Angeles Clippers de Paul George e Kawhi Leonard. A campanha parou apenas nos Lakers que vieram a ser campeões da NBA. 

Nikola Vucevic - Chicago Bulls

Na briga para finalmente voltar à pós-temporada, o Chicago Bulls foi atrás de outro jogador do Orlando Magic. Com alguns dos melhores números da carreira como acerto nos arremessos de três pontos e médias de assistências e pontos por jogo, o pivô Nikola Vucevic se junta a nomes como Zach LaVine, Coby White e Lauri Markkanen para renovar as esperanças dos torcedores do Bulls para uma ida aos Playoffs da NBA.