Dança das cadeiras: veja a lista dos técnicos demitidos no Brasileirão 2019

Demissão de treinadores no futebol brasileiro tem sido constante devido ao foco apenas em resultados. (Crédito> Divulgação/Istock)

Quase ninguém escapou! A dança das cadeiras de treinadores vem acontecendo rodada a rodada no Campeonato Brasileiro 2019. No último final de semana, o jovem comandante Rodrigo Santana não resistiu a derrota do Atlético-MG para o Grêmio e se tornou o 15º técnico demitido de um clube da elite do futebol nacional.

Santana assumiu o comando do Galo após a demissão de Levir Culpi, em abril passado, emplacou boa sequência de jogos, apesar da perda do estadual para o rival Cruzeiro, e acabou efetivado no cargo. Entretanto, após a pausa da Copa América, o time mineiro caiu de produção, foi eliminado de forma vexatória na Copa Sul-Americana e despencou, literalmente, na tabela do Brasileirão. Assim, o treinador deixa o Galo após 41 partidas, com 18 vitórias, 6 empates e 16 derrotas, com 50 gols marcados e 49 gols sofridos. 

Rodrigo Santana (Atlético-MG) aumenta a lista de demitidos que conta com Odair Hellmann (Inter), Eduardo Barroca (Botafogo), Rogério Ceni (Cruzeiro), Oswaldo de Oliveira (Fluminense) e Zé Ricardo (Fortaleza), entre outros. Das 18 trocas de comando ao longo de 25 rodadas Campeonato Brasileiro 2019, 15 saídas foram por conta de demissões e outras quatro mudanças foram pedidos dos próprios técnicos.

O Vasco da Gama, por exemplo, iniciou o torneio com o técnico interino Marcos Valadores e depois optou em trazer Vanderlei Luxemburgo. Vice-campeão paulista com o São Paulo, Cuca não conseguiu acertar o time após a pausa da Copa América e entregou o cargo. Enderson Moreira seguiu o mesmo trajeto de Cuca no Ceará e deixou o clube após série negativa de oito jogos sem vitórias. 

Já Rogério Ceni deixou o Fortaleza para treinar o Cruzeiro, foi demitido apenas dois meses de trabalho e voltou ao comando do Leão. Recentemente, o técnico Alberto Valentim pediu para deixar o comando do Avaí – que luta contra o rebaixamento – e foi contratado pelo Botafogo.

Assim, apenas cinco treinadores são remanescentes em seus times desde o início do Campeonato Brasileiro 2019. Jorge Sampaoli (Santos), Fábio Carille (Corinthians), Roger Machado (Bahia) e Renato Gaúcho (Grêmio) são os ‘sobreviventes’ na função em meio aos altos e baixos de cada clube no torneio. 

Confira os técnicos demitidos na Série A:

Abel Braga – Flamengo

Geninho – Avaí

Marcelo Cabo – CSA

Ney Franco – Chapecoense

Claudinei Oliveira – Goiás

Mano Menezes – Cruzeiro

Fernando Diniz – Fluminense

Felipão – Palmeiras

Rogério Ceni – Cruzeiro

Zé Ricardo – Fortaleza

Oswaldo de Oliveira – Fluminense

Enderson Moreira – Ceará

Eduardo Barroca – Botafogo

Odair Hellmann – Inter

Rodrigo Santana – Atlético-MG

JOGOS DA 26ª RODADA DO BRASILEIRÃO 

QUARTA-FEIRA (15/10) 

10h15 – Grêmio x Bahia – Aposte já! 
10h15 – CSA  x Atlético-MG – Aposte já!   
20  – Fortaleza x Flamengo – Aposte já! 
21h – Cruzeiro x São Paulo – Aposte já! 
21h – Palmeiras x Chapecoense – Aposte já! 
21h30 – Vasco x Botafogo   – Aposte já! 
21h30 – Goiás x Corinthians   – Aposte já! 

QUINTA-FEIRA (16/10) 
19h15 – Santos x Ceará   – Aposte já! 
19h15 – Avaí x Internacional   – Aposte já! 
21h – Fluminnense x Athletico-PR   – Aposte já!