NFL: quatro jogos definem os finalistas de cada conferência

Veja o que esperar de cada um dos confrontos que agitam o fim de semana

NFL
NFL vive os seus momentos decisivos na temporada (iStock)

Depois de uma rodada sensacional de wildcard, os quatro classificados da primeira rodada dos playoffs da NFL se juntam aos quatro melhores times da temporada (que folgaram na semana passada) para saber quem serão os finalistas das conferências Nacional e Americana na maior liga de futebol americano do planeta. 

Minnesota Vikings, Tennessee Titans, Houston Texans e Seattle Seahawks, que passaram pelo wildcard no último sábado (4) e domingo (5), se preparam para duelar contra San Francisco 49ers, Baltimore Ravens, Kansas City Chiefs e Green Bay Packers, respectivamente, pelo sonho de chegar ao Super Bowl LIV, no Hard Rock Stadium, em Miami, no dia 2 de fevereiro.

Para ficar por dentro de todos os dois finalistas de cada conferência da NFL, acompanhe a prévia de cada confronto, quem são os favoritos, as armas que cada time tem e se prepare para apostar com o Betsul, o melhor site de apostas esportivas da América do Sul. Confira!

Minnesota Vikings (#6) x San Francisco 49ers (#1)

Quem inaugura a rodada de semifinal de conferência da NFL é o jogo entre Minnesota Vikings e San Francisco 49ers, no sábado (11), às 18h35 (de Brasília). Podemos dizer que é um confronto improvável, já que de todos os oito times do wildcard, os Vikings eram os menos cotados a avançarem de fase.

Até porque o adversário do último fim de semana foi o New Orleans Saints, que fez temporada regular digna de folga. Kirk Cousins e companhia não quiseram nem saber do favoritismo do adversário e no Mercedes-Benz Superdome eliminaram a equipe da lenda Drew Brees, na primeira campanha da prorrogação.

Agora, o desafio da vez é o San Francisco 49ers, melhor time da Conferência Nacional, e que por isso jogará em casa. Para muitos, o time comandado pelo QB Jimmy Garoppolo é o mais completo da NFL, o que o faz ser bem favorito contra o Minnesota Vikings, uma equipe também bem balanceada, mas que vive muitos altos e baixos. 

Portanto, é muito provável que o desempenho dos quarterbacks seja o fator que definirá quem avança. Pelo lado dos 49ers, a preocupação é se Garoppolo corresponderá à altura em seu primeiro jogo de pós-temporada na carreira. Se a parceria entre ele e seus alvos, principalmente o tight end Geroge Kittle, o seu preferido, funcionar bem, a franquia de San Francisco tem tudo para passar.

Do outro lado, Kirk Cousins vem se provando a cada semana. Muito criticado por falhar em alguns momentos da temporada, o camisa 8 foi responsável por grandes lances no triunfo sobre o New Orleans Saints e a torcida espera que a boa atuação se repita no sábado, contra uma das melhores defesas da liga, mas que não vem em uma grande fase recentemente.

Tennessee Titans (#6) x Baltimore Ravens (#1)

O destino quis que o caminho do Tennessee Titans fosse, provavelmente, o mais complicado entre todos os 12 times classificados aos playoffs. No wildcard, eles já conseguiram derrubar a maior dinastia da história da NFL, o New England Patriots, em pleno Gillette Stadium, com uma Pick 6 no último lance da partida, e agora terão que provar mais uma vez que são capazes de passar pelo mais duro adversário da pós-temporada.

Afinal, os Titans têm a missão de encarar o Baltimore Ravens, fora de casa, o adversário com poder ofensivo mais impressionante dessa temporada. Com um recorde de 14-2, o time comandado por Lamar Jackson, o favorito a ser eleito o MVP da NFL em 2020, é um dos principais candidatos a vencer o Super Bowl LIV.

E não é para menos, já que o time ofensivo conta com Jackson, um dos jogadores mais completos a aparecer nos últimos tempos. Como se já não bastasse ter que se preocupar com as corridas do quarterback dos Ravens, a franquia de Tennessee terá de impedir que os running backs ganhem muitas jardas terrestres e que os tight ends recebam os passes do jogador do momento.

Mas não pense que os Titans não possuem as suas armas para novamente fazer história e silenciar o M&T Bank Stadium. Depende muito de como estará Ryan Tannehill, que foi muito importante contra os Patriots, mas que mostrou alguns pontos fracos que preocupam. A grande esperança está em Derrick Henry, que fez o que quis contra a defesa do time de New England no wildcard. O problema é que o running back encontrará pela frente a melhor defesa da temporada contra o jogo terrestre.

Saberemos o desfecho dessa história também no sábado, a partir das 22h15 (de Brasília), quando sairá o primeiro finalista da Conferência Americana.

Houston Texans (#4) x Kansas City Chiefs (#2)

O que esperar do Houston Texans e de Deshaun Watson contra o Kansas City Chiefs? A pergunta parece estar na cabeça de todo fã da NFL, ainda mais depois da noite insana que o time viveu diante do Buffalo Bills no wildcard. Após perder o primeiro tempo por 16 a 0, a equipe acordou na segunda metade da partida e virou após um lance do quarterback que entrou para a história do esporte (ele seria sacado, escapou de dois tackles de maneira impressionante e lançou a bola que culminaria no field goal da vitória).

Desta vez, no entanto, o adversário da vez é o Kansas City Chiefs e o Texans não podem se dar ao luxo de se colocar contra a parede mais uma vez, ainda mais jogando fora de casa, no Arrowhead Stadium. Dono de 12 vitórias e quatro derrotas (uma delas para o time de Houston), a franquia do Missouri é uma das mais ascendentes do momento e contam com uma notícia para lá de animadora.

Com a folga na última semana, Patrick Mahomes, MVP da última temporada, pôde descansar e se recuperar da lesão que o incomodou por boa parte da temporada. O QB dos Chiefs ainda conta com muitos alvos importantes, como o tight end Travis Kelce, um dos melhores da liga (que tenta se recuperar a tempo de lesão no joelho). Tudo isso sob o comando de Andy Reid, especialista em projetar jogadas aéreas, o grande ponto fraco dos Texans.

O duelo acontece no domingo (12), às 17h05 (de Brasília), pela semifinal da Conferência Americana.

Seattle Seahawks (#5) x Green Bay Packers (#2)

No mesmo dia, às 20h40 (de Brasília) é a hora de conhecer o último time classificado às finais de conferência da NFL. O vencedor sairá do duelo entre Seattle Seahawks e Green Bay Packers, que terá o direito de jogar no Lambeau Field. Para muitos, é até improvável que isso fosse acontecer, mas o time de Aaron Rodgers, que faz uma temporada incrível, venceu alguns jogos que não eram esperados e garantiu a segunda melhor campanha da Conferência Nacional.

Como se já não bastasse isso, o adversário certo para os Packers seria o New Orleans Saints, em um jogo muito, mas muito complicado mesmo para o time de Green Bay. Como os Vikings surpreenderam e eliminaram Drew Brees e companhia da NFL, quis o destino que o oponente da semifinal fosse o Seattle Seahawks, uma pedra não muito menor no caminho até o Super Bowl LIV. 

Afinal, por pouco eles não terminaram como seed nº 1 na Conferência Nacional -- não fosse o derradeiro lance da semana 17 que culminou na derrota para o Kansas City Chiefs e o Seahawks teria folgado no wildcard. Portanto, estamos falando de um time perigoso e que tem no ex-MVP Russel Wilson a sua principal arma para avançar de fase novamente, apesar do quarterback não ser o mesmo de alguns anos atrás.

Aposte com o Betsul

Os momentos finais da temporada da NFL ainda reservam muitos jogos emocionantes até o dia 2 de fevereiro, quando saberemos quem vencerá o Super Bowl LIV. Enquanto isso, é a hora de apostar nas semifinais de conferência com o Betsul, o melhor site de apostas esportivas da América do Sul. Faça o seu cadastro, garanta até R$ 120,00 de bônus com o primeiro depósito e dê seus palpites nas quatro partidas deste fim de semana.

Carrinho
SimplesCombinada

Como apostar no Betsul?

Apostar no Betsul é muito simples. E o primeiro passo é criar uma conta. Por questões legais, você precisa ter mais de 18 anos para apostar no Betsul. Depois, é só realizar seu login no site, fazer seu primeiro depósito e escolher a sua modalidade de preferência para apostar!

R$00.000,00

O que é Jogo do Bem?

O Jogo do Bem é uma iniciativa pioneira do Betsul. Com ele, suas apostas esportivas também contribuem para uma sociedade melhor. A cada aposta realizada, parte do valor é destinado a uma causa ou uma instituição social. E tudo isso sem custos adicionais ao jogador.