Botafogo x Corinthians: Por que apostar que Pedrinho pode ajudar o Timão a superar um tabu?

Em duelo de alvinegros, cariocas querem se afastar do Z4 e paulistas se aproximar de uma vaga para a Libertadores

Botafogo x Corinthians
Em duelo de alvinegros, cariocas querem se afastar do Z4 e paulistas se aproximar de uma vaga para a Libertadores. (Crédito: iStock)

Brigando por objetivos diferentes no Brasileirão, Botafogo e Corinthians duelam no Estádio Nilton Santos pela 34ª rodada da competição. Enquanto o Fogão quer se distanciar do Z-4 e afastar cada vez mais a ameaça de rebaixamento, o Timão precisa de uma vitória para continuar firme na briga por uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores da América. Porém, para isso, o time do Parque São Jorge terá que superar um incômodo tabu.

Isso, porque desde 2011 o Botafogo não sabe o que é ser derrotado pelo Corinthians quando atua no Rio de Janeiro. Desde a última vez que isso aconteceu, no Brasileirão em que o Timão sagrou-se pentacampeão, o Alvinegro Carioca sustenta uma vantagem de um empate e cinco vitórias contra o time de Dyego Coelho.

Quando foi a última vitória do Corinthians?

No dia 20 de julho de 2011, em São Januário, casa do Vasco, Botafogo e Corinthians se encontraram pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro Série A. O Timão era líder da competição com uma campanha irretocável de sete vitórias e dois empates àquela altura, enquanto o Fogão ocupava a 5ª posição após quatro triunfos, quatro empates e só uma derrota.

As duas equipes pouco criavam até que Herrera, argentino ex-Corinthians, arriscou de esquerda da entrada da área e carimbou a trave de Júlio César. Não demorou muito e a resposta corintiana veio de forma fatal. Jorge Henrique achou um lindo passe para Fábio Santos por trás da defesa. O lateral-esquerdo bateu cruzado e viu Liédson aparecer para completar para as redes.

Na segunda etapa, o líder foi muito superior, perdeu diversas chances e só conseguiu matar o jogo no final, quando Edenílson puxou contra-ataque, invadiu a área e bateu. Jefferson deu rebote e Paulinho apareceu para conferir e fazer o segundo do Corinthians.

O que aconteceu de lá para cá?

Essa é a última boa lembrança do time paulista contra o Botafogo, fora de casa. No ano seguinte, os cariocas contaram com dois gols de Clarence Seedorf para garantir um empate. O Fogão saiu na frente com o holandês no início do jogo, Guerrero e Douglas viraram para o Timão em poucos minutos, e o meia europeu marcou de novo na segunda etapa.

Em 2013 e 2014, duas vitórias no Rio de Janeiro por placar mínimo. Na primeira delas, gol de Hyuri nos acréscimos do segundo tempo. No segundo, tento de Wallyson, em cobrança de pênalti ainda na primeira etapa.

As duas equipes só voltariam a se enfrentar em 2016, com mais uma vitória botafoguense. Neilton tabelou com Vinícius Tanque e saiu na cara do gol de Walter, dando apenas uma cavadinha por cima do goleiro para tirar o zero do placar. 

Alguns minutos depois, Diogo Barbosa foi lançado pela esquerda. Fagner chegou antes do que o lateral do time carioca, mas errou na hora de afastar e carimbou o adversário, que só aproveitou a sobra dentro da área para encher o pé e estufar as redes do Corinthians.

Em 2017, ano em que o Corinthians fez campanha histórica, o Botafogo aproveitou a queda de rendimento do líder do campeonato no segundo turno para vencer novamente. Desta vez, saiu na frente com Brenner, viu Jô empatar sete minutos depois, mas garantiu o triunfo com Igor Rabello, tudo isso apenas na etapa final do confronto.

No último encontro, pelo Brasileirão de 2018, aos 27 minutos do primeiro tempo, após batida de escanteio da esquerda, Rodrigo Lindoso e Ralf subiram para disputar a bola. O volante corintiano acabou desviando para o seu próprio gol e decretou a derrota do Corinthians no Estádio Nilton Santos.

O fator Pedrinho

O Corinthians até pode tentar negar, mas a “Pedrinhodependência” existe no Alvinegro. Basta olhar para o desempenho da equipe neste Brasileirão quando o garoto está ou não em campo. Com ele, o Timão tem 12 vitórias, oito empates e cinco derrotas (aproveitamento de 58,6% dos pontos disputados). Quando o camisa 38 não joga, o time do Parque São Jorge não venceu, com seis empates e duas derrotas (aproveitamento abaixo de 25%).

Depois de ficar de fora do empate diante do Internacional, na última rodada, o garoto volta à equipe e deve ser titular contra o Botafogo.

Por que apostar no Corinthians?

A volta de Pedrinho é um dos pontos fortes para o Corinthians voltar a vencer o Botafogo no Rio de Janeiro. Mais do que isso, a equipe não pode nem pensar em novos tropeços se quiser descolar uma vaga para a Libertadores de 2020. Com 50 pontos na tabela, o Corinthians está em 8º, atrás de Internacional (50), São Paulo (53), Athletico-PR (53) e Grêmio (56) e pode ver seu sonho ficar cada vez mais longe se não triunfar.

Sem falar que o Alvinegro encontra o Botafogo em uma situação muito vulnerável. Com somente três vitórias nos últimos 15 jogos do Brasileirão, os cariocas têm somente um ponto de vantagem para o Fluminense, primeiro time da zona de rebaixamento.

Por que apostar no Botafogo?

Além do retrospecto favorável quando joga contra o Corinthians no Rio de Janeiro, o Botafogo está em uma situação em que qualquer ponto é importante. E uma derrota no domingo pode significar entrar mais uma vez no Z-4 do Campeonato Brasileiro, isso com somente quatro jogos restantes para escapar da segunda divisão.

Aposte com o Betsul

O cenário atual pesa mais do que o cenário histórico e o Corinthians é favorito no duelo. No Betsul, o melhor site de apostas esportivas da América do Sul, a vitória corintiana está cotada em 2.45. No entanto, as odds para o Botafogo não são tão maiores e o Alvinegro carioca pode fazer a sua aposta multiplicar em 2.91 vezes com um triunfo. Já o empate tem cotação semelhante, de 2.90.

Não deixe de apostar nesse e em todos os jogos da reta final do Brasileirão. Basta fazer o seu cadastro no site, realizar o primeiro depósito, que pode garantir bônus de R$ 120,00, e começar a dar os palpites.

Carrinho
SimplesCombinada

Como apostar no Betsul?

Apostar no Betsul é muito simples. E o primeiro passo é criar uma conta. Por questões legais, você precisa ter mais de 18 anos para apostar no Betsul. Depois, é só realizar seu login no site, fazer seu primeiro depósito e escolher a sua modalidade de preferência para apostar!

R$00.000,00

O que é Jogo do Bem?

O Jogo do Bem é uma iniciativa pioneira do Betsul. Com ele, suas apostas esportivas também contribuem para uma sociedade melhor. A cada aposta realizada, parte do valor é destinado a uma causa ou uma instituição social. E tudo isso sem custos adicionais ao jogador.