Fluminense x Santos: Porque enfrentar o ex-clube é uma maldição para Paulo Henrique Ganso?

Confronto do Brasileirão Série A marca a primeira partida de Ganso contra o ex-clube pelo Tricolor Carioca

Duelo entre Fluminense e Santos, no Maracanã, promete parar as atenções do mundo da bola. (Crédito: Divulgação/Istock)

Caminhando a passos largos para o fim do campeonato, o Brasileirão 2019 tem a 21ª rodada bombando no meio desta semana e um duelo promete pegar jogo. Em extremos opostos da tabela de classificação, Fluminense e Santos se enfrentam nesta quinta-feira (26), às 20h (de Brasília), no estádio do Maracanã. O encontro marca o reencontro do meia Paulo Henrique Ganso com seu ex-clube, desta vez, com a camisa do Tricolor Carioca, e, se depender do retrospecto contra o Alvinegro Praiano, a expectativa não é nada boa para o meia.

Revelado pelo Santos em 2008, o meio-campista foi para o rival São Paulo quatro anos depois em saída polêmica e atuou até a metade do ano de 2016 no clube. Com a camisa do Tricolor Paulista, ele enfrentou o ex-clube diversas vezes e, se para alguns a Lei do Ex é muito favorável, para Paulo Henrique Ganso o reencontro não traz boas lembranças. 

No período em que defendeu a equipe são-paulina, Ganso enfrentou o Santos em 11 oportunidades e saiu de campo vitorioso em apenas duas vezes: foram sete derrotas e dois empates. De quebra, na temporada 2015, ele não conseguiu evitar duas eliminações do time do Morumbi para o Peixe nas semifinais de Paulistão e Copa do Brasil. O único gol que Ganso marcou contra o Santos foi na vitória por 2 a 1, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro de 2014. 

Paulo Henrique Ganso conquistou o torcedor brasileiro que tanto sentia carência de um meia armador de passe mágico, visão de jogo diferencial, chutes potentes de média e longa distância. Como um Menino da Vila, conquistou títulos, chegou à Seleção Brasileira e chegou até a ser considerado por muitos como melhor do que o companheiro Neymar. 

Quase uma década se passou, o meia não se tornou o jogador que tantos esperavam devido a série de lesões de grau média para grave. Hoje, o atleta busca se restabelecer no futebol brasileiro com a camisa do Fluminense e tem como próximo adversário o clube que o revelou. 

GANSO NO FLUMINENSE

Ganso chegou ao Fluminense no início desta temporada 2019 após breve passagem pelo Amiens, da França, e soma cinco gols em 34 partidas. Porém, devido a uma lesão muscular na coxa esquerda, não enfrentou o Santos no 1º turno do Brasileirão 2019, na Vila Belmiro. A partida terminou com vitória para os donos da casa por 2 a 1. 

Agora, o meia tem a missão de ajudar o Tricolor Carioca a espantar o fantasma da Série B e sair da zona do rebaixamento. A tarefa não é fácil já que o Santos tem uma das melhores campanhas como visitante no Campeonato Brasileiro, enquanto o Fluminense é um dos piores mandantes da competição.

EM QUEM VOCÊ APOSTA?

Devido às campanhas das equipes, o Santos leva um ligeiro favoritismo segundo o Betsul, o melhor site de apostas esportivas da América do Sul, mesmo jogando fora de casa. O Alvinegro tem vitória cotada em 2.34, enquanto a vitória do Fluminense de Paulo Henrique Ganso pode render 2.98 vezes o valor apostado. O empate por qualquer número de gols tem potencial de triplicar (3.04) seu investimento no jogo do Brasileirão 2019.

E aí, Fluminense ou Santos? Quem sairá do Maracanã com a vitória na 21ª rodada do nacional? Cadastre-se no Betsul, o melhor site de apostas esportivas da América do Sul, ganhe bônus até R$ 120 no primeiro depósito, e faça o seu palpite!