Efeito pandemia: como paralisação influenciou classificação e desempenho na Bundesliga

Campeonato Alemão chegou ao fim e é hora de fazer um balanço sobre os impactos das mudanças na competição

Bundesliga classificação coronavirus pandemia
Bayern de Munique comemora o 8º título consecutivo da Bundesliga (Reprodução/Bundesliga/Betsul)

O fim de semana marcou o encerramento da Bundesliga, o primeiro grande campeonato da Europa a ser finalizado após retomar a temporada depois da paralisação devido à pandemia de Covid-19. Com as 34 rodadas completadas, agora é possível fazer um levantamento sobre como os quase 100 dias de pausa do Campeonato Alemão impactaram o desempenho de cada uma das 18 equipes que competiram na 1ª divisão do futebol do país em 2019/20. Mais do que isso, dá para saber, também, qual foi o impacto dos jogos sem torcida no aproveitamento dos mandantes.

Para situar o leitor, vamos a algumas informações importantes. Antes da paralisação do futebol na Alemanha, a Bundesliga tinha realizado 25 rodadas. Ou seja, depois dos quase três meses de paralisação, mais nove foram realizadas para decretar o fim da temporada. Entre os períodos pré e pós pandemia há duas importantes mudanças que impactaram nos resultados finais das partidas: ausência de torcida e permissão de cinco substituições para cada equipe.

Qual foi o impacto dos jogos sem torcida?

Dos cinco grandes campeonatos da Europa que retomaram a temporada (Alemanha, Portugal, Espanha, Inglaterra e Itália), a Bundesliga é a penúltima no quesito aproveitamento dos mandantes pré-paralisação, com apenas 50,37% dos pontos conquistados por quem jogava em casa (a lanterna está com a Serie A, com somente 49,73%).

Em 225 jogos das 25 rodadas iniciais, foram 97 vitórias dos times da casa, 49 empates e 79 derrotas. Apesar disso, é na Bundesliga em que os mandantes mais têm média de gols marcados por partida, com 1,64 gol por jogo. No entanto, é, também, bem alta a média de gols sofridos (1,49).

Com a volta da temporada, o desempenho de quem jogava em seu território ficou ainda mais abaixo, caindo para incríveis 39,5% de aproveitamento. Foram apenas 26 vitórias, 18 empates e 37 derrotas em 81 partidas nas nove rodadas finais. O grande problema foi a queda na média de gols marcados, que despencou para 1,27 por partida. A média de gols sofridos se manteve próxima, com 1,52.

Quem aproveitou a parada?

Dos 18 times da Bundesliga, apenas seis voltaram melhor do que quando pararam, mostrando que a pausa impactou demais no desempenho das equipes. Da metade de cima da tabela, só o Bayern de Munique, com 100% de aproveitamento, e o Hoffenheim, com 63% foram melhores do que nos primeiros 25 jogos.

Os times da metade inferior foram os que mais aproveitaram a parada forçada do Campeonato Alemão. O Werder Bremen, que tenta permanecer na elite após o playoff do rebaixamento, por exemplo, saltou de 24% para 48% de aproveitamento. Outros times com considerável melhora foram Mainz 05, Hertha Berlin e Eintracht Frankfurt.

Quem não aproveitou?

O Wolfsburg variou apenas 0,1% do seu retrospecto e manteve o mesmo padrão, sendo o único time entre os nove primeiros que não parece ter sentido os efeitos da pausa da temporada. Borussia Dortmund, RB Leipzig, Borussia Mönchengladbach, Bayern Leverkusen, Freiburg e Schalke 04, por outro lado, pioraram em relação ao período pré-pandemia.

Os Azuis Reais, aliás, tiveram a queda mais significativa dentre todos os times, passando de 49,3% para irrisórios 7,4%. Vale citar, no entanto, que antes mesmo da pausa a equipe já enfrentava uma sequência negativa terrível na temporada.

Dos times que já não vinham bem antes e que estavam entre os nove últimos, Freiburg e Augsburg tiveram leves quedas. O lanterna Paderborn teve caída um pouco mais acentuada, e Union Berlin e Fortuna Düsseldorf mantiveram os mesmos desempenhos. Quem diminuiu bastante os pontos conquistados foi o Colônia, que desceu de 42,7% para 14,8%.

Classificação Bundesliga pandemia coronavírus
Como cada time reagiu à pausa da temporada na Alemanha (Betsul)

A falta do “12º jogador”

Talvez, neste ponto tenhamos os números mais impactantes sobre o que foi essa Bundesliga excepcional. Seis times conseguiram melhorar o desempenho em casa sem torcida (Bayern de Munique, Freiburg, Hoffenheim, Hertha Berlin, Fortuna Düsseldorf e Werder Bremen) e dois mantiveram o padrão (Borussia Mönchengladbach e Union Berlin). Os demais, todos tiveram quedas bruscas, que indicam que a falta da torcida e da atmosfera que o público traz aos jogos influenciou a maneira como mandante e visitante se comportam.

Borussia Dortmund, RB Leipzig, Schalke 04, Wolfsburg, Colônia, Augsburg e Paderborn viram o desempenho cair para menos da metade nos nove jogos finais do Campeonato Alemão. Em todos esses casos, com exceção ao Augsburg, o desempenho ruim veio atrelado à queda na média de gols marcados e à elevação na média de gols sofridos, quase sempre em um número consideravelmente pior em pelo menos um dos quesitos.

O raciocínio é o inverso para quem melhorou jogando sem torcida em sua casa. Werder Bremen, Fortuna Düsseldorf, Hertha Berlin, Hoffenheim, Freiburg e Bayern de Munique viram o aproveitamento melhorar junto dos indicadores de gols feitos e gols sofridos (os bávaros, no entanto, pioraram a média de gols sofridos). Union Berlin e Borussia Mönchengladbach não tiveram variações relevantes.

Bundesliga classificação coronavirus pandemia
Como cada time se comportou sem seu torcedor (Betsul)

Sem torcida é mais fácil

É claro que se o aproveitamento médio dos mandantes caiu sem torcida, isso significa que os resultados dos visitantes nesta condição foram superiores. Ao todo, 10 times obtiveram desempenho melhor nas últimas nove rodadas da Bundesliga. Quem puxa esse número para cima são Bayern de Munique, Borussia Dortmund e RB Leipzig, que venceram todas as partidas que fizeram como visitantes.

Wolfsburg, Werder Bremen e Hoffenheim também aparecem com aproveitamento bem elevado. Grandes melhoras também foram notadas em Augsburg, Mainz 05 e Eintracht Frankfurt. Com melhora mais tímida aparece o Bayer Leverkusen.

Dos oito clubes que pioraram apesar de não encontrar torcida contra em suas partidas, o destaque vai para o Schalke 04, que despencou de 44,4% para 6,7%. No entanto, vale repetir que a análise em cima deles deve levar em conta uma brusca queda de desempenho que já havia começado antes mesmo do Alemão paralisar. 

Com quedas significativas também estão Freiburg, Colônia, Hertha Berlin e Fortuna Düsseldorf. Paderborn, Union Berlin e Borussia Mönchengladbach pioraram, mas a variação foi pouca em relação ao desempenho como visitante com público no estádio.

Bund]
Assim foram os desempenhos dos visitantes com e sem torcida contra (Betsul)

Para resumir

Ainda que resultados mais concretos necessitem de análises mais profundas e específicas, alguns pontos podem ser extraídos dos números que o Betsul coletou sobre a temporada diferente da Bundesliga.

Em primeiro lugar, ficou nítido que a pausa foi pior para os times que vinham brigando na parte de cima da tabela. Dos oito primeiros colocados até a 25ª rodada, só o Bayern de Munique melhorou e o Wolfsburg se manteve. Os demais tiveram quedas consideráveis, principalmente em casa, sem a força do seu torcedor.

Para muitas equipes, valeu mais a pena jogar fora de casa sem torcida adversária do que jogar em seus domínios com o apoio de seus fãs, como são os casos de Hoffenheim e Wolfsburg.

Muito disso passa pela média de gols sofridos como visitante, que diminuiu para 13 dos 18 times da Bundesliga. O Bayern de Munique, por exemplo, melhorou em mais de quatro vezes sua média defensiva jogando fora de casa. O Dortmund obteve resultado quase cinco vezes melhor.

Outro argumento que pode cair por terra é o de que as cinco substituições fariam com que a disparidade técnica entre os clubes fosse ainda maior, impactando os resultados das últimas nova rodadas. Como pôde ser observado, os times da parte de cima da tabela e que, em teoria, possuem elencos mais qualificados pioraram de desempenho. No entanto, é necessária uma análise mais atenta a isso para poder dar um veredito desta mudança na Bundesliga.

E os demais campeonatos?

Campeonatos como Português, Espanhol, Inglês e Italiano ainda estão em andamento, mas estudos comparativos iniciais mostram que a retomada da temporada tem impactos profundos nos desempenhos dos times envolvidos. Ao fim deles, traremos novas análises sobre os impactos do coronavírus no futebol europeu.

Carrinho
SimplesCombinada

Como apostar no Betsul?

Apostar no Betsul é muito simples. E o primeiro passo é criar uma conta. Por questões legais, você precisa ter mais de 18 anos para apostar no Betsul. Depois, é só realizar seu login no site, fazer seu primeiro depósito e escolher a sua modalidade de preferência para apostar!

R$00.000,00

O que é Jogo do Bem?

O Jogo do Bem é uma iniciativa pioneira do Betsul. Com ele, suas apostas esportivas também contribuem para uma sociedade melhor. A cada aposta realizada, parte do valor é destinado a uma causa ou uma instituição social. E tudo isso sem custos adicionais ao jogador.