Confira lista com os maiores artilheiros da Europa na temporada

Calendário 2019/20 está chegando ao fim e tem nomes de respeito entre os goleadores

Com essas feras em campo não faltam bolas na rede (iStock)

A final da Liga dos Campeões da Europa está próxima de acontecer, o que significa que a temporada 2019/20 está finalmente chegando ao fim. É neste período em que começam a ser feitos vários balanços sobre o que foi este último ciclo e quem são os grandes destaques do calendário que em 2020 foi um pouco mais extenso devido à tudo o que aconteceu no mundo. Hoje, o que queremos ver é quem foram os maiores goleadores da temporada, responsáveis por fazerem os torcedores sentirem a alegria máxima do futebol.

Vale deixar claro que não estamos falando da Golden Boot, a competição oficial que premia o artilheiro da temporada. Isso porque a UEFA usa coeficientes que transformam o número de gols em pontuação, dependendo do nível da liga em que um jogador atua. Aqui, falaremos apenas de números absolutos, independentemente dos campeonatos que X ou Y disputaram.

Sem mais demora, confira os cinco maiores goleadores de 2019/20 na Europa!

5 - Shon Weissman (Wolfsberger AC)

Shon Weissman chegou ao Wolfsberger em 2019/20 e já mostrou que sua contratação (de graça) já valeu muito a pena. Aos 24 anos, o israelense saiu da liga local para jogar na elite da Áustria (um grande salto técnico de uma para a outra) e deixou sua marca com 37 gols em 40 jogos na temporada.

O atacante terminou como artilheiro da Bundesliga austríaca, com 30 gols em 31 jogos, e vice-artilheiro da Copa da Áustria, com cinco gols em três partidas. Além disso, ainda balançou as redes na Liga Europa em duas oportunidades na fase de grupos. Por tudo isso, Weissman é quem inaugura a lista de artilheiros da temporada.

4 - Ciro Immobile (Lazio)

Três vezes artilheiro do Campeonato Italiano, Ciro Immobile caminhou tranquilamente para conquistar a Chuteira de Ouro de 2019/20. Foram 39 gols marcados em 44 partidas disputadas na temporada. Fundamental para deixar a Lazio na briga pelo Calcio, apesar da reta final melancólica, o jogador ocupa a 4ª posição do ranking.

Aliás, foi na Serie A que Immobile faz a maioria dos seus gols. Em 37 partidas no Campeonato Italiano, o camisa 17 anotou 36 gols, média de quase um por jogo. Mas o italiano também tem gols na Liga Europa (dois) e na Copa da Itália (um).

3 - Jean-Pierre Nsame (BSC Young Boys)

Se o Young Boys terminou a Swiss Super League com mais um título da competição muito se deve a Jean-Pierre Nsame, artilheiro do Campeonato Suíço na temporada. Com números impressionantes, o camaronês anotou 40 tentos em 45 partidas, sendo grande parte deles no nacional. Mais precisamente, foram 32 na campanha do título em 32 jogos, sem falar nos dois na Liga Europa e nos seis na Copa da Suíça.

2 - Erling Haaland (Borussia Dortmund)

Principal contratação da janela de transferências de inverno, quando trocou o RB Salzburg pelo Borussia Dortmund, Erling Haaland, de somente 19 anos já joga como gente grande. Foram impressionantes 44 gols em 40 jogos, e se engana quem pensa que os números são jogados para cima por conta do desempenho na Áustria, onde o seu ex-clube é hegemônico.

No Campeonato Austríaco, é verdade, os números são excelentes, com 16 gols marcados em 14 partidas disputadas. No entanto, foi por esse mesmo RB Salzburg que o atacante marcou 8 gols em seis jogos contra Liverpool, Napoli e Genk. No Borussia Dortmund, o começo do norueguês foi meteórico, com outros 13 gols em apenas 15 aparições na Bundesliga, além de outros dois em duas partidas na Champions League.

1 - Robert Lewandowski (Bayern de Munique)

Que o polonês Robert Lewandowski é um dos melhores centroavantes do mundo todo mundo sabe. Mas a temporada que o atacante faz com a camisa do Bayern de Munique é simplesmente espetacular. No momento mais conturbado dos bávaros na temporada, foi o camisa 9 que chamou a responsabilidade e evitou que os resultados fossem piores (a fase resultou até na demissão de Niko Kovac).

Os números de “Lewa” na temporada são impressionantes. Na Bundesliga, o atacante tem média superior a um gol por partida (marcou 34 em 31 jogos). Na Liga dos Campeões da Europa, onde o Bayern passou com tranquilidade por todos os que cruzam o seu caminho, a média é parecida: 15 gols em 10 partidas. Outros seis tentos na Copa da Alemanha fecham o retrospecto de 55 gols em 47 jogos do polonês.

E a dupla Lionel Messi e Cristiano Ronaldo?

Apesar de ainda estarem jogando em um nível impressionante, Lionel Messi e Cristiano Ronaldo estão longe de serem os principais goleadores das competições de clubes na Europa. O português que acabou de completar 35 anos é o primeiro a aparecer no ranking, na 6ª posição. Na temporada, jogou 46 vezes pela Juventus e marcou 37 gols, média inferior a algumas que já apresentou nos tempos de Real Madrid.

Lionel Messi está ainda pior na atual temporada. Apenas na 10ª colocação, o argentino ajudou o Barcelona a ter um 2019/20 menos pior do que já foi (e olha que o desastre ficou completo no 8 a 2 contra o Bayern). Nas 44 partidas em que atuou pelos catalães deixou 31 gols em sua conta. Em defesa do camisa 10, ele mesmo afirmou que com a idade avançada trabalha para servir mais aos companheiros do que balançar as redes, e fez isso muito bem, com 26 assistências.

Qual o melhor brasileiro da lista?

Neymar? Roberto Firmino? Gabriel Jesus? Richarlison? Nada disso! O brasileiro com mais gols na temporada europeia é Carlos Vinícius, atacante do Benfica. Aos 24 anos, o jogador foi o artilheiro do Campeonato Português ao lado do companheiro Pizzi. Em 47 partidas, marcou 24 gols (18 no português, um na Liga dos Campeões e cinco na Taça de Portugal).

Na 22ª posição do ranking de artilharia, Carlos Vinícius é desconhecido de boa parte dos torcedores brasileiros, afinal, deixou o país para jogar na Europa quando ainda era um garoto. Revelado pelo Anápolis, se transferiu para o pequeno Real Sport Clube de Portugal, sendo vendido para o Napoli um ano depois. Depois de rodar por Rio Ave e Monaco, por empréstimo, finalmente foi adquirido em definitivo pelo Benfica em junho de 2019.