Internacional faz jogo do ano contra Universidad de Chile pela Libertadores

Colorado recebe La U no Beira-Rio precisando vencer para avançar na competição

Internacional Universidad de Chile
Beira-Rio promete estar lotado para receber Internacional e Universidad de Chile (iStock)

A temporada 2020 começou no Brasil há pouco menos de um mês, mas o Internacional já terá pela frente o jogo do ano nesta terça-feira (11), quando enfrenta a Universidad de Chile, no Beira-Rio, em Porto Alegre, pela partida de volta da 2ª fase da pré-Libertadores. Depois do empate sem gols na primeira partida, o Colorado precisa de qualquer vitória para avançar sem depender dos pênaltis e, assim, não ver os planos da diretoria irem por água abaixo.

A boa notícia é que a impressão deixada pelos gaúchos na primeira partida foi boa. O Inter teve muito controle do jogo e ficou bem próximo de vencer, principalmente depois que passouca atuar ou com um jogador a mais em campo. O problema é que pecou na hora de finalizar e colocar a bola no fundo do gol, erros que em uma competição tão “pegada” como a Libertadores da América pode custar muito, mas muito caro mesmo, ainda mais neste tipo de confronto eliminatório.

Como foi o primeiro jogo?

Na terça-feira da semana passada, Internacional e Universidad de Chile duelaram na capital Santiago e o que se viu foi um jogo tenso, não dentro de campo, mas nas arquibancadas e nos arredores do estádio Nacional de Santiago. Os protestos que há meses tomam conta do país refletem no futebol e o Inter precisou conviver até com fogo nas arquibancadas durante o duelo. Apesar do clima de hostilidade, o Colorado não se intimidou e jogou bem melhor que os donos da casa.

Só na primeira etapa, o Internacional teve boas chances com Edenílson e, principalmente, Paolo Guerrero, jogador que mais passou perto de abrir o placar. A Universidad de Chile até chegou uma ou outra vez, mas nada que levasse tanto perigo assim ao gol dos brasileiros defendido por Marcelo Lomba. A tônica do início do segundo tempo foi a mesma dos 45 minutos iniciais, chances para as duas equipes, as melhores pelo lado dos gaúchos, mas nada de bola na rede.

Aos 19 minutos, a estrela da La U, Walter Montillo, ex-Cruzeiro e Botafogo, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Apesar de possuir um homem a mais em campo, o Inter não conseguiu aumentar a pressionar, chegou mais algumas vezes com perigo, viu o adversário também assustar e a vaga ficar decidida mesmo para o jogo em Porto Alegre.

Como vem o Internacional?

O Internacional vem para fazer o jogo do ano. Todo o planejamento da diretoria, desde as contratações de Eduardo Coudet e dos reforços em campo, até a previsão orçamentária anual passam por ir bem na competição continental, portanto, é tudo ou nada no Beira-Rio. Até por isso o time se prepara desde a última quarta-feira para a partida desta noite.

Para se ter uma ideia, Coudet preferiu utilizar um time reserva na rodada do fim de semana do Campeonato Gaúcho para garantir que seus atletas chegassem descansados para o desafio contra a Universidad de Chile. Além disso, o Colorado deve também ver algumas mudanças na forma de jogar.

Durante a semana, o treinador testou algumas alterações na equipe, e a expectativa é de que os 11 titulares desta terça não sejam os mesmos da partida de ida. A mudança esperada é a saída de Rodrigo Lindoso para a entrada de um outro meia de criação para jogar com D’Alessandro, sendo Thiago Galhardo e Gabriel Boschilla os favoritos a preencherem essa vaga.

Caso se confirme, a saída de Lindoso deve ser provisória, já que o treinador parece enxergar que não há necessidade de atuar com dois volantes mais defensivos (Lindoso e Musto), além de Patrick e Edenílson, diante da Universidad de Chile, que deve se preparar para investir em contra-ataques diante das adversidades de terá pela frente.

Problemas da Universidad de Chile

A partida de ida da Universidad de Chile não foi das melhores que a equipe fez até aqui na temporada. Em casa, não conseguiu aproveitar o mando de campo para se impor diante do Internacional e, em partes, pode comemorar que conseguiu ficar só no 0 a 0 contra os brasileiros. O time que antigamente já foi um terror na América do Sul hoje passa por um momento bem mais modesto, e não representa mais a ameaça de anos atrás.

Daquele time comandado por Jorge Sampaoli sobrou Walter Montillo, a principal peça que a Universidad de Chile possui. No entanto, como foi expulso na partida de ida da 2ª fase da pré-Libertadores não poderá atuar no Beira-Rio nesta noite. Com isso, o time que já tem um elenco limitado terá que se virar sem o seu camisa 10.

E este pode não ser o único problema do técnico Hernán Caputto. Primeiro porque a saída de Montillo obrigará o treinador a mexer na estrutura da equipe para o jogo de hoje. Depois, porque além disso pode ser que De Paul, que acusou problemas estomacais nos últimos dias, não tenha condições de defender a meta chilena e ceda lugar a Cristóbal Campos.

O grande trunfo da La U para a partida é não ter levado gol jogando em casa. Assim, além de se classificar com qualquer vitória, o rival do Colorado também passa de fase se arrancar empate com gols durante os 90 minutos. Caso o 0 a 0 persista novamente no Beira-Rio, a partida será resolvida na disputa de pênaltis.

Aposte com o Betsul

Além de Internacional x Universidad de Chile, a Conmebol Libertadores da América terá muitos jogos cheios de emoção ao longo da semana, como o duelo entre Corinthians e Guarani-PAR em São Paulo. Esses e milhares de eventos estão disponíveis para apostar no Betsul, o melhor site de apostas esportivas da América do Sul. Basta realizar o seu cadastro, aproveitar o bônus de até R$ 120,00 do primeiro depósito e começar a dar seus palpites.

Carrinho
SimplesCombinada

Como apostar no Betsul?

Apostar no Betsul é muito simples. E o primeiro passo é criar uma conta. Por questões legais, você precisa ter mais de 18 anos para apostar no Betsul. Depois, é só realizar seu login no site, fazer seu primeiro depósito e escolher a sua modalidade de preferência para apostar!

R$00.000,00

O que é Jogo do Bem?

O Jogo do Bem é uma iniciativa pioneira do Betsul. Com ele, suas apostas esportivas também contribuem para uma sociedade melhor. A cada aposta realizada, parte do valor é destinado a uma causa ou uma instituição social. E tudo isso sem custos adicionais ao jogador.