Para não ser eliminado, United terá que pôr fim a tabu contra Wolverhampton

Wolves não perdem há quatro partidas para os Red Devils; equipes se enfrentam pela FA Cup

Jogo é válido pela 3ª fase da Copa da Inglaterra (iStock)

O Manchester United viaja até Wolverhampton para um jogo que vale muito contra os donos da casa, no Molineux Stadium. Pela 3ª rodada da FA Cup, a Copa da Inglaterra, os times se enfrentam e para os Red Devils a partida significa tentar salvar uma temporada que já está manchada, além de acabar com uma sequência incômoda de freguesia para os Wolves, que não podem se queixar dos primeiros meses do calendário.

United em crise?

O Manchester United liderou o Grupo L da Liga Europa e avançou ao mata-mata com tranquilidade (em uma chave fácil, é verdade). No entanto, os Red Devils tiveram o pior início de sua história na Premier League e convivem diariamente com críticas de pessoas envolvidas com o clube.

Primeiro, foi o ídolo Michael Owen que detonou a equipe que empatou com o Arsenal em outubro, dizendo que aquele era o “pior Manchester que enfrentou o Arsenal em décadas”. Recentemente, foi a vez de Mino Raiola, empresário de Paul Pogba, que falou que o elenco do United é tão ruim que estragaria até o Pelé.

Apesar de o jogo de sábado ser pela Copa da Inglaterra, há muito do desempenho no Campeonato Inglês pesando para a partida. Afinal, o Manchester United é somente o 5º colocado da Premier League com míseros 31 pontos após 20 jogos disputados (49,2% de aproveitamento). 

Um ataque pouco produtivo que só marcou 48 gols na temporada (a título de curiosidade, só no nacional o Liverpool já marcou 49 vezes) e uma defesa que já foi vazada em 29 oportunidades, isso depois de ter contratado Maguire como o zagueiro mais caro da história. Portanto, é difícil não dizer que após metade do ano já ter se passado o United é uma decepção e pode ver na Copa da Inglaterra a saída para conquistar um título e amenizar o clima em Old Trafford.

Wolverhampton matador de gigantes?

Se tem algo que o Wolverhampton vem mostrando nesta temporada é que quando o assunto são jogos duros o time comandado por Nuno Espírito Santo sabe se portar. É verdade que foi goleado por 5 a 2 para o Chelsea e que recentemente perdeu por 1 a 0 para o Liverpool, mas, ao menos contra os Reds, o Wolves deu trabalho e ameaçou muito mais do que diversos outros adversários maiores.

Isso sem falar nas duas vitórias contra o poderoso Manchester City, a primeira delas por 2 a 0 dentro do Etihad Stadium e a segunda, recentemente, uma virada espetacular depois de estar perdendo por 2 a 0, diante do seu torcedor. Portanto, o time que tem em Adama Traoré, Raúl Jiménez, João Moutinho e Rúben Neves as esperanças de dias de glória não pode deixar de acreditar que dá para eliminar o Manchester United no Molineux Stadium e seguir a caminhada rumo ao título da FA Cup.

Incômodo Jejum

E no que depender do retrospecto recente de Wolverhampton e Manchester United, o torcedor do Wolves pode ir ao jogo com o coração cheio de esperanças. Afinal, já faz quatro encontros que os Red Devils não sabem o que é triunfar diante do adversário deste sábado.

A última vez que isso aconteceu foi na distante temporada 2011/2012, quando na 29ª rodada da Premier League o United foi impiedoso e venceu, fora de casa, o Wolverhampton por 5 a 0. Jonny Evans abriu o placar, Antonio Valencia aumentou e Welbeck fez o Manchester ir para o vestiário já com ampla vantagem no marcador. Na etapa final, Chicharito Hernández marcou mais duas vezes e deu números finais ao duelo.

Desde então, as equipes ficaram um bom tempo sem voltar a se encontrar, já que o Wolverhampton passou boas temporadas nas divisões inferiores da Inglaterra. Na passada, quando retornou, voltou para assombrar o Manchester. Pela Premier League, no Old Trafford, os mandantes saíram na frente com Fred, mas João Moutinho empatou e garantiu um ponto aos Wolves.

No returno, o United saiu na frente novamente, desta vez com McTominay. Diogo Jota empatou alguns minutos depois e Smalling fez contra na reta final da segunda etapa e garantiu o triunfo do time da casa.

No meio destes dois jogos, as equipes ainda se encontraram nas quartas de final da Copa da Inglaterra, também no Molineux Stadium. Raúl Jiménez e Diogo Jota marcaram em seis minutos e quando Marcus Rashford descontou já não havia mais tempo para buscar o empate.

Em 2019/2020, no primeiro turno da Premier League, ainda na segunda rodada, Anthony Martial deu a liderança ao Manchester na metade do primeiro tempo, mas Rúben Neves tratou de empatar o jogo no começo da segunda etapa e mais uma vez o duelo terminou em igualdade. 

Aposte com o Betsul

A 3ª rodada da Copa da Inglaterra conta com grandes jogos e gigantes do país em campo. Por isso, é só escolher em quais partidas quer dar os seus palpites e começar agora mesmo a apostar com o Betsul, o melhor site de apostas esportivas da América do Sul. É só se cadastrar no site, aproveitar o bônus de até R$ 120,00 do primeiro depósito e escolher como e em qual evento quer apostar. Não perca!

Carrinho
SimplesCombinada
Compre Créditos
pertinho de você!
Encontre o ponto de venda mais próximo
FÁCIL COMO USAR DINHEIRO

Como apostar no Betsul?

Apostar no Betsul é muito simples. E o primeiro passo é criar uma conta. Por questões legais, você precisa ter mais de 18 anos para apostar no Betsul. Depois, é só realizar seu login no site, fazer seu primeiro depósito e escolher a sua modalidade de preferência para apostar!