Veja a lista dos melhores ataques do Brasileirão 2019

Campeonato chegou ao fim e é o momento de fazer um resumo do que de melhor aconteceu nas 38 rodadas

Brasileirão
Brasileirão terminou com 876 gols marcados (iStock)

O Brasileirão chegou ao fim no último domingo (8), com a definição do campeão, os classificados para as fases pré e de grupo da Libertadores, os que vão para a Sul-Americana e os quatro que disputarão a Série B de 2020, que inclui o Cruzeiro, rebaixado pela primeira vez em sua história. Agora, é o momento de fazer um balanço da temporada. E se tem algo que se destacou na edição de 2019 do Campeonato Brasileiro foi o poder ofensivo do Flamengo.

Campeão com muita folga e registrando uma campanha história no Brasileirão, o Rubro-Negro foi o grande destaque da temporada do futebol brasileiro no ano. Muito por conta do seu setor de ataque, que terminou o campeonato nacional com incríveis 86 gols anotados --  marca que superou a do Cruzeiro em 2013 (77 gols pró).

E muita dessa responsabilidade está nos ombros da dupla de ataque do time, Gabigol e Bruno Henrique, autores de 46 deles (53,4%). Enquanto o centroavante emprestado pela Inter de Milão balançou as redes em 25 oportunidades, terminando o ano como artilheiro do Brasileirão, o camisa 27 do Mengão encerrou a competição na segunda colocação, com 21 tentos anotados. Não tão atrás assim aparece Arrascaeta, com 13 gols (o uruguaio é o quarto maior artilheiro do Campeonato Brasileiro).

O segundo ataque mais potente do Brasileirão pertence ao Grêmio, que terminou com 64 gols (desde que a competição adotou o atual formato e o número de times, em 2006, os melhores ataques costumam terminar com média de 60, 70 gols). O destaque por boa parte dos gols gremistas é de Éverton, muito cobiçado pelo futebol europeu, que balançou as redes adversárias 11 vezes no campeonato.

O jovem Pepê e Luciano, que chegou ao time já com o Brasileirão em andamento, também contribuíram bastante, com oito e sete gols, respectivamente.

Terceiro colocado no Brasileirão, o Palmeiras também encerrou a sua participação nesta edição do campeonato com o terceiro melhor ataque entre os 20 times da Série A. O elenco recheado de opções ofensivas anotou 61 gols em 38 jogos, incluindo os dois que decretaram o rebaixamento do Cruzeiro na última rodada. Quem mais vezes saiu para o abraço foi o volante Bruno Henrique, que viveu uma temporada espetacular.

O capitão marcou 10 vezes, uma a mais que Dudu, o vice-artilheiro do Alviverde na competição. Luiz Adriano, que sofreu com lesões durante o ano, também conseguiu bons números e terminou o Brasileirão com seis bolas na rede.

O “G-4 do ataque” é completado pelo Santos, que assim como os outros três clubes citados acima terminou a competição no G-4, de fato -- o Peixe foi o vice-campeão da edição. Foram 60 gols marcados ao longo do campeonato, 14 deles saindo dos pés de Eduardo Sasha, artilheiro do time no Brasileirão. Com número parecido terminou o uruguaio Sánchez (12), enquanto Soteldo e Marinho aparecem pouco atrás, com nove e oito, respectivamente.

Mais destaques

Saindo do coletivo e falando individualmente, muitos jogadores se destacaram em suas equipes marcando várias vezes no Campeonato Brasileiro. Gilberto é exemplo disso. O centroavante do Bahia só não marcou mais que Gabriel Barbosa e Bruno Henrique. Com 14 gols, mesmo número de Sasha, a dupla terminou na 3ª colocação da artilharia do Brasileirão.

Outro que também chamou a atenção no campeonato foi Everaldo. Apesar da fraca campanha da Chapecoense, rebaixada na penúltima posição, o atacante marcou 13 dos 31 gols da Chape na competição. Quem também balançou as redes esse mesmo número de vezes foi Wellington Paulista, pelo Fortaleza, naquela que ficou marcada como uma campanha histórica do Tricolor.

Mira ruim

O pior ataque deste Brasileirão foi o do Avaí, que terminou o campeonato na lanterna. Foram somente 18 gols marcados em 38 rodadas. Não muito melhor terminaram CSA e Cruzeiro, também rebaixados. O time alagoano balançou as redes somente 24 vezes, três a menos que a Raposa. Completam o “Z-4 do ataque” Botafogo e Chape, ambas com 31 gols marcados.

Abaixo, confira a tabela de classificação do Brasileirão a partir dos melhores ataques:

  • 1º Flamengo - 86
  • 2º Grêmio - 64
  • 3º Palmeiras - 61
  • 4º Santos - 60
  • 5º Athletico-PR - 51
  • 6º Fortaleza - 50
  • 7º Goiás - 46
  • 8º Atlético-MG - 45
  • 9º Bahia - 44
  • 10º Internacional - 44
  • 11º Corinthians - 42
  • 12º São Paulo - 39
  • 13º Vasco - 39
  • 14º Fluminense - 38
  • 15º Ceará - 36
  • 16º Botafogo - 31
  • 17º Chapecoense - 31
  • 18º Cruzeiro - 27
  • 19º CSA - 24
  • 20º Avaí - 18

Aposte com o Betsul

Apesar do Brasileirão ter chegado ao fim, a bola ainda rola na Europa e no Catar, onde o Flamengo disputa o Mundial de Clubes da FIFA a partir do dia 17 de dezembro. Para apostar basta realizar o seu cadastro no site, aproveitar que o primeiro depósito pode render bônus de R$ 120,00 e dar os seus palpites para diversos eventos esportivos no Brasil e no mundo.

Carrinho
SimplesCombinada

Como apostar no Betsul?

Apostar no Betsul é muito simples. E o primeiro passo é criar uma conta. Por questões legais, você precisa ter mais de 18 anos para apostar no Betsul. Depois, é só realizar seu login no site, fazer seu primeiro depósito e escolher a sua modalidade de preferência para apostar!

R$00.000,00

O que é Jogo do Bem?

O Jogo do Bem é uma iniciativa pioneira do Betsul. Com ele, suas apostas esportivas também contribuem para uma sociedade melhor. A cada aposta realizada, parte do valor é destinado a uma causa ou uma instituição social. E tudo isso sem custos adicionais ao jogador.