Guia das Eliminatórias da Copa do Mundo: o caminho da América do Sul até o Catar

Confira todas as informações do qualificatório sul-americano que o Brasil enfrentará de olho em 2022

Brasil inicia caminhada rumo ao tão sonhado hexa (iStock)

Com algum atraso, vão começar as Eliminatórias da Copa do Mundo do Catar-2020, pelo menos aqui na América do Sul. No dia 9 de outubro, o Brasil começa a sua caminhada em busca de uma das vagas reservadas ao continente para o mundial de seleções da FIFA, competição em que sempre o único país pentacampeão do planeta garantiu sua classificação de maneira direta.

Pelos próximos anos, várias datas serão destinadas à disputa das Eliminatórias da Copa do Mundo e a concorrência por uma vaga na especial edição do mundial no Catar será grande. Antes de se preparar para realizar as suas apostas, confira o guia que o Betsul preparou para ficar por dentro de tudo o que está por vir!

Quando começam e quando terminam as Eliminatórias da Copa do Mundo?

Na realidade, já faz tempo que as Eliminatórias da Copa do Mundo começaram. Em junho e julho, Ásia e África começaram suas primeiras fases e, por isso, já tem seleção que ficou pelo caminho, não tendo mais chance de ir ao Catar em 2022.

Na América do Sul, as Eliminatórias começam na quinta-feira (8/10/2020), com Paraguai e Peru realizando o jogo de abertura no Defensores del Chaco, em Assunção. Já o Brasil estreia na sexta (9), na Neo Química Arena, em São Paulo, contra a Bolívia.

A Conmebol, responsável por montar o calendário das Eliminatórias, ainda não divulgou as datas das 18 rodadas das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, mas a FIFA já estipulou que a data limite para o encerramento do qualificatório é 29 de março de 2022, quando todas as 32 seleções classificadas serão conhecidas (ou seja, esta data já conta com a repescagem).

Qual é o formato das Eliminatórias da Copa na América do Sul?

Apesar da pandemia de coronavírus, o formato de disputa das Eliminatórias na América do Sul segue o mesmo de sempre. Todos os 10 países participantes (Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela) se enfrentam em formato de turno e returno, totalizando 18 partidas para cada seleção (nove em casa e nove como visitante).

Serão, portanto, nove semanas de jogos, com cada seleção atuando duas vezes em cada uma delas (uma em casa e outra fora). Para cada uma destas semanas, serão chamados 23 atletas.

Quantos países se classificam para a Copa do Mundo de 2022?

Ao todo, 31 países disputam vagas para a Copa do Mundo de 2022, uma vez que o Catar já está garantido por ser o país-sede do torneio. Na América do Sul, os quatro primeiros colocados das Eliminatórias Sul-Americana vão direto à fase de grupos do mundial da FIFA. A 5ª colocada vai para a repescagem, com uma seleção da Ásia, da América do Norte, Central e Caribe e da Oceania. Destes quatro, dois asseguram as vagas restantes para completar os classificados.

Por falar na repescagem, ela é realizada da seguinte maneira: as quatro seleções participantes são sorteadas para ver quem joga contra quem. Uma vez com os confrontos definidos, eles acontecem em jogos de ida e volta, com mando de campo. Quem for melhor na somatória das duas partidas avança para a Copa do Mundo. Ganhou, está dentro; perdeu, está fora.

A posição da seleção nas Eliminatórias influência seu grupo da Copa?

Não e sim. De fato, a posição nas Eliminatórias da Copa do Mundo não influenciam diretamente para qual pote vai cada seleção, mas isso tem peso de forma indireta. A FIFA utiliza a posição no ranking da entidade para definir os cabeças de chave, e, quanto mais vitórias uma equipe tiver, mais pontos ela soma.

Portanto, ainda que em teoria ficar em primeiro lugar nas Eliminatórias Sul-Americanas não seja diferente do que ficar segundo, terceiro ou quarto, os pontos adquiridos pelo desempenho no qualificatório e nos amistosos será determinante para saber em que pote a seleção ficará. 

Quantas seleções de cada confederação se classificam nas Eliminatórias da Copa do Mundo?

O número de seleções classificadas por região depende da sua potência no futebol mundial e de seu tamanho também. Quem mais leva representantes é a Europa com 13. Na sequência aparece África com 5, Ásia com 5 (geralmente são quatro, mas como o Catar é o país-sede a edição de 2022 terá uma equipe a mais), América do Sul com 4 e América do Norte, Central e Caribe com 3, isso só para vagas diretas. A Oceania, desde a saída da Austrália, que optou por jogar as Eliminatórias Asiáticas, não leva mais um representante direto para a fase de grupos.

Portanto, além da Oceania, a repescagem também conta com um representante de cada região que já falamos acima.