Decisivo? Veja o desempenho de Neymar em finais na carreira

Atacante brasileiro acumula uma longa lista de partidas decisivas pelos clubes e Seleção

Atacante brasileiro acumula uma longa lista de partidas decisivas pelos clubes e Seleção. (iStock)

O que se espera de um craque? Além de ter uma habilidade fora de série que, até mesmo aos olhos mais desavisados, sua performance se destaque no meio das demais. Mas não somente isso, o poder de decisão é também é algo muito esperado. Ser o protagonista em uma final é algo até exigido para colocar os jogadores talentosos como Neymar em um patamar ainda mais alto. 

Maior talento e midiático nome do futebol brasileiro dos últimos tempos, Neymar tem um grande histórico de finais. Desde que se tornou profissional, o atacante disputa partidas decisivas pelos times que passa, Santos, Barcelona, PSG, Seleção Brasileira e até Seleção Olímpica. Não apenas apenas chegou às partidas decisivas, como ganhou quase tudo o que disputou pelos clubes que passou. O aproveitamento do jogador é muito bom e a sua presença em campo nessas finais também é notória.

Ao todo, Neymar disputou 27 finais na carreira e saiu vencedor em 21 delas. Portanto, seu aproveitamento, em termos de títulos, é de 77,8% em decisões. Claro, trata-se de um esporte coletivo e esse desempenho também é fruto dos times. Porém, os números individuais também são excelentes. 

Algumas competições, como o Campeonato Paulista, tiveram finais disputadas em jogos de ida e volta, portanto foram 27 finais, porém 31 partidas em que Neymar esteve em campo. O atacante tem 21 gols em partidas decisivas, marcando em 18 delas. 

Finais pelo Santos

Conhecido desde as categorias de base do Peixe, Neymar foi revelado pelo Santos com status de novo craque e altas expectativas. De 2009 a 2013, o atacante defendeu o time santista e disputou nove finais, vencendo seis e perdendo três. 

  • Paulistão 2009 contra o Corinthians - Vice e nenhum gol 
  • Paulistão 2010 contra o Santo André - Campeão e 2 gols
  • Copa do Brasil 2010 contra o Vitória - Campeão e 1 gol
  • Paulistão 2011 contra o Corinthians - Campeão e 1 gol
  • Libertadores 2011 contra o Peñarol - Campeão e 1 gol
  • Mundial de Clubes 2011 contra o Barcelona - Vice e nenhum gol
  • Paulistão 2012 contra o Guarani - Campeão e 2 gols
  • Recopa Sul-Americana 2012 contra a Univ. de Chile - Campeão e 1 gol
  • Paulistão 2013 contra o Corinthians - Vice e nenhum gol

Finais pelo Barcelona

Neymar chegou ao Barcelona no meio de 2013 e foi marcar o seu primeiro gol oficial com a camisa do clube justamente em uma decisão. Na Supercopa da Espanha, o brasileiro fez o gol de empate contra o Atlético de Madrid na partida de ida no Vicente Calderón. Ao todo, Neymar disputou sete finais com o clube blaugrana e perdeu apenas uma. 

  • Supercopa da Espanha 2013 contra o Atlético de Madrid - Campeão e 1 gol
  • Copa do Rei 2014 contra o Real Madrid - Vice e nenhum gol
  • Copa do Rei 2015 contra o Athletic Bilbao - Campeão e 1 gol
  • Champions League 2015 contra a Juventus - Campeão e 1 gol
  • Mundial de Clubes 2015 contra o River Plate - Campeão e nenhum gol
  • Copa do Rei 2016 contra o Sevilla - Campeão e 1 gol
  • Copa do Rei 2017 contra o Alavés - Campeão e 1 gol

Finais pelo PSG

Contratação bombástica do PSG em 2017, Neymar chegou para mudar o clube parisiense de patamar. O clube que já se estabelecia sua hegemonia no cenário nacional queria se firmar como uma potência do futebol europeu. Assim, o atacante brasileiro disputou quatro finais com o PSG. 

  • Supercopa da França 2018 contra o Monaco - Campeão e nenhum gol
  • Copa da França 2019 contra o Rennes - Vice e 1 gol
  • Copa da França 2020 contra o Saint-Étienne - Campeão e 1 gol
  • Copa da Liga da França 2020 contra o Lyon - Campeão e nenhum gol
  • Finais pela Seleção Brasileira e Seleção Olímpica

Com as cores do Brasil, tanto pela Seleção principal como pela Olímpica, Neymar também tem um bom retrospecto. Foram sete finais disputadas e apenas um vice-campeonato, ou melhor, uma medalha de prata, conquistada nos Jogos Olímpicos de 2012, em Londres. 

  • Superclássico das Américas 2011 contra a Argentina - Campeão e 1 gol
  • Jogos Olímpicos 2012 contra o México - Vice e nenhum gol
  • Superclássico das Américas 2012 contra a Argentina - Campeão e 1 gol
  • Copa das Confederações 2013 contra a Espanha - Campeão e 1 gol
  • Superclássico das Américas 2014 contra a Argentina - Campeão e nenhum gol
  • Jogos Olímpicos 2014 contra a Alemanha - Campeão e 1 gol
  • Superclássico das Américas 2018 contra a Argentina - Campeão e nenhum gol