futebol futebol

Copa Libertadores

Fique por dentro das principais informações sobre a temporada da Libertadores e aproveite o mercado de APOSTAS ESPORTIVAS bem movimentado para a temporada. Faça aqui sua APOSTA ONLINE!

Destaques ao vivo

Acompanhe, assista e aposte nos melhores eventos do dia que estão acontecendo neste momento

Destaques imperdíveis

Confira os eventos mais importantes que vão acontecer em breve no dia para acompanhar e apostar

Saiba tudo sobre a copa-libertadores

História da Copa Libertadores da América

Maior competição de clubes da América do Sul, a Copa Libertadores da América (nome em homenagem aos líderes dos movimentos de independência do continente) reúne os principais campeões de cada país para disputar o posto de melhor clube do continente sul-americano na temporada.

A proposta de organizar um campeonato de clubes entre os campeões nacionais de cada país surgiu, em 1937, através do presidente da federação chilena de futebol, Luis Valenzuela, e ganhou seu primeiro formato apenas 11 anos depois. Com o nome de Copa dos Campeões da América, a disputa teve o Vasco da Gama como o grande vencedor e foi o precursor da criação da Copa Libertadores da América.

Oficialmente, a competição teve o seu start dado pela Conmebol em 1960 com sete times, e o Peñarol-URU se sagrou o campeão após bater o rival Olímpia-URU. O formato do torneio sofreu mudanças ao longo dos anos, contou com aumento significativo de participantes e, hoje, se assemelha aos moldes da Liga dos Campeões: fase preliminar com 15 times, fase de grupos com 32 equipes divididas em oito grupos, oitavas de final, quartas de final, semifinal e final.

Antes disputada apenas no primeiro semestre do ano, a Libertadores passou a ser jogada ao longo de toda a temporada a partir de 2017. Outra mudança feita em 2019 é que a final não será feita mais em dois jogos. Assim como os campeonatos europeus, a definição do campeão sul-americano sairá de um jogo único em campo neutro.

O grande campeão da Copa Libertadores da América assume o posto de melhor time da América do Sul, ganha vaga na próxima edição do torneio e se classifica para a disputa do Mundial de Clubes da Fifa - geralmente, realizado no mês de dezembro, no Japão, para brigar pelo posto de melhor time do mundo.

Falando em campeão, a Argentina, com 25 conquistas, é o grande papa títulos da Libertadores. O Brasil surge na segunda colocação com 18 canecos e o Uruguai é o terceiro com 10 taças a menos. O que contribui para a soberania argentina é o fato do Independiente-ARG ter conquistado sete vezes o torneio entre os anos 60 e 80. O Boca Juniors-ARG soma seis troféus e River Plate e Estudiantes têm quatros títulos cada.

Em termos de bolas na rede, a artilharia máxima da competição é do equatoriano Alberto Spencer, que marcou 54 gols com as camisas de Peñarol-URU (48 vezes) e do Barcelona de Guayaquil-EQU (6 tentos). Spencer também esteve presente em campo na maior goleada da história da Libertadores, em 1970, e anotou nada mais, nada menos que três gols. A partida disputada no estádio Centenário, no Uruguai, terminou 11 a 2 para os uruguaios sobre o Valencia-VEN.

O único atleta do Brasil presente no topo dos maiores artilheiros da Libertadores é o ex-atacante Luizão. Com passagens marcantes por Vasco da Gama, Corinthians, Grêmio e São Paulo, o ex-jogador, que pendurou as chuteiras em 2010, anotou 29 gols e é o brasileiro com o maior número de gols no torneio.

Curiosidades

Nas mais de 50 edições do torneio criado em 1960, o Independiente-ARG soma sete títulos e ostenta o posto de maior campeão da Copa Libertadores da América.

O Boca Juniors é o clube sul-americano com mais participações em finais de Libertadores: 11 vezes chegou à última fase do torneio.

O autor do gol mais rápido da história da Libertadores é Félix Suárez. Ele precisou de apenas seis segundos para balançar as redes na vitória por 3 a 0 do Alianza Lima contra o Independiente Santa Fé.

O lendário técnico Carlos Bianchi é o maior vencedor de títulos da Copa Libertadores. O argentino soma quatro conquistas por Vélez Sarsfield (1994) e Boca Juniors (2000, 2001 e 2003).

O Peñarol é o dono da maior goleada da história da Libertadores. O time uruguaio atropelou o Valencia pelo placar de 11x2.

Com a camisa do Santos, o rei Pelé, Edson Arantes do Nascimento, soma 17 gols em 15 jogos de Libertadores e conquistou o torneio nas temporadas 1962 e 1963.

Maiores campeões da COPA LIBERTADORES

ClubeTítulosAno
1Independiente7 títulos(1964, 1965, 1972, 1973, 1974, 1975 e 1984)
2Boca Juniors6 títulos(1977, 1978, 2000, 2001, 2003 e 2007)
3Peñarol5 títulos(1960, 1961, 1966, 1982 e 1987)
4Estudiantes4 títulos(1968, 1969, 1970 e 2009)
5River Plate4 títulos(1986, 1996, 2015 e 2018)

Maiores artilheiros da COPA LIBERTADORES:

JogadorNúmero de gols
1Alberto Spencer (EQU)54 gols
2Fernando Morena (URU)37 gols
3Pedro Rocha (URU)36 gols
4Daniel Onega (ARG)31 gols
5Julio Morales (ARG)30 gols

Brasileiros com mais gols da história da LIBERTADORES:

JogadorGolsNúmero de jogos
1Luizão29 golsem 42 jogos
2Palhinha25 golsem 30 jogos
3Célio Taveira22 golsem 43 jogos
4Jairzinho21 golsem 36 jogos
5Guilherme19 golsem 27 jogos