Em Araraquara, Palmeiras e São Paulo duelam com peso de tabu

Alviverde está invicto há um bom tempo no Choque-Rei

São Paulo Palmeiras Paulistão
São Paulo bateu o Água Santa na estreia (Divulgação/São Paulo)

O Paulistão 2020 mal começou e já na 2ª rodada reserva um dos maiores jogos desta primeira fase da competição, quando Palmeiras e São Paulo fazem o Choque-Rei que inaugura o calendário de clássicos do estado na temporada. Vitoriosos em suas estreias, os rivais chegam com bastante moral para a partida deste domingo (26), ainda que para o Tricolor haja um incômodo tabu envolvendo o duelo.

Isso porque faz muito tempo que o São Paulo não consegue derrotar o Palmeiras. Já são nove jogos de invencibilidade para o Alviverde, que nunca foi superado como mandante no Allianz Parque. A boa notícia para o time do Morumbi é que desta vez o Choque-Rei do Paulistão será realizado na Fonte Luminosa, em Araraquara, já que o estádio palmeirense segue em obras (a grama natural está sendo substituída pela sintética).

O tabu

Nos últimos anos, nenhum adversário se tornou tão indigesto para o São Paulo quanto o Palmeiras. Desde que as duas equipes se enfrentaram pela primeira vez no Allianz Parque, no Paulistão de 2015, o Tricolor só conseguiu duas vitórias em em 17 jogos contra o Verdão, ambas atuando como mandante. Ou seja, lá se vão quase cinco anos e nove partidas do Alviverde em seus domínios sem ser derrotado pelo rival.

Mas vale lembrar que no ano passado o São Paulo chegou à final do Campeonato Paulista depois de eliminar o Palmeiras dentro de seu estádio, mas o triunfo veio em uma tensa disputa de pênaltis após empate em 0 a 0. Aquele foi, de fato, o primeiro jogo em que o Tricolor conseguiu sair do Allianz Parque com um motivo para comemorar.

Desde a inauguração na nova casa palmeirense, o Choque-Rei com o Palmeiras como mandante teve oito triunfos dos mandantes e um empate. Nestes duelos, o Verdão marcou 24 gols enquanto o São Paulo balançou as redes do rival em quatro oportunidades. Portanto, a partida em Araraquara representa uma grande mudança na história do clássico, que sairá de um lugar onde o time de Luxemburgo é dominante para um território “neutro”.

A última vitória Tricolor

O último jogo do Choque-Rei que o São Paulo pôde comemorar foi o empate que citamos acima na semifinal da edição passada do Campeonato Paulista. No entanto, falando especificamente de vitórias, data de 2017 a última do Tricolor no clássico. Ela aconteceu na 3ª rodada do Brasileirão, quando Lucas Pratto e Luiz Araújo, que já nem estão mais no clube, marcaram e deram a vitória ao Soberano no Morumbi.

Já com o Palmeiras como mandante e fora do Allianz Parque (mesmas condições do jogo deste domingo), o último triunfo do Tricolor contra o seu rival aconteceu em 17 de agosto de 2014, dia em que o Choque-Rei marcou a 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida foi disputada no Pacaembu já que o antigo Palestra Itália ainda estava em reformas, e só foi decidido nos minutos finais do jogo.

Quem abriu o placar para o São Paulo foi Alexandre Pato, que na época formava o quarteto mágico do Tricolor com Paulo Henrique Ganso, Kaká e Alan Kardec. Aos 8 minutos do segundo tempo, Fábio, goleiro do Palmeiras errou o chutão e entregou nos pés do camisa 10 são-paulino, que passou de primeira para o atacante sair na cara do gol e balançar as redes.

Não demorou muito e veio o empate do Verdão. Allione arrancou pela direita e passou para Felipe Menezes na entrada da área. O meia bateu e viu a bola desviar no braço do uruguaio Álvaro Pereira. A arbitragem não titubeou e marcou pênalti para os donos da casa, que foi convertido por Henrique Dourado.

De vilão para herói, Álvaro Pereira foi responsável direto por ajudar o São Paulo a vencer o Choque-Rei. Aos 42 minutos, o lateral-esquerdo cruzou na medida para Alan Kardec. Ele ganhou no alto de Victor Luis e cabeceou para o gol. A bola bateu na trave e entrou.

As primeiras impressões

Palmeiras e São Paulo empolgaram suas respectivas torcidas nas estreias no Paulistão 2020. Ao lado do Corinthians, o Verdão foi o time que mais mostrou poderio ofensivo e venceu o Ituano por 4 a 0 (placar ainda melhor do que os 4 a 1 que o Alvinegro aplicou no Botafogo-SP). Muito disso foi responsável pelo talento individual dos comandados de Luxemburgo, já que o Alviverde foi o time que mais driblou nesta 1ª rodada, segundo dados do Footstats, parceiro oficial do Betsul: 13 tentativas e nove acertos.

No Morumbi, contra o Água Santa, o São Paulo finalmente mostrou a cara que Fernando Diniz quer dar à equipe. Com 65% de posse de bola (marca igual a do Corinthians em sua estreia), o Tricolor dominou o adversário e ganhou com tranquilidade por 2 a 0 -- o segundo gol saiu de um belo contra-ataque armado pelo Soberano.

E se o setor ofensivo do Palmeiras fez bonito, principalmente com Lucas Lima e Zé Rafael, o do São Paulo não fica atrás. Foram 627 passes certos trocados (2ª melhor marca) que permitiram ao Tricolor finalizar 19 vezes à meta do Água Santa (2ª melhor marca também).

Aposte com o Betsul

O Choque-Rei é o grande jogo da rodada do Campeonato Paulista deste fim de semana, e é também a sua chance de transformar o seu palpite em dinheiro. Faça o seu cadastro no Betsul, patrocinador oficial do Paulistão 2020, aproveite o bônus de até R$ 120,00 do primeiro depósito e faça as suas apostas no melhor site de apostas esportivas da América do Sul.

Carrinho
SimplesCombinada

Como apostar no Betsul?

Apostar no Betsul é muito simples. E o primeiro passo é criar uma conta. Por questões legais, você precisa ter mais de 18 anos para apostar no Betsul. Depois, é só realizar seu login no site, fazer seu primeiro depósito e escolher a sua modalidade de preferência para apostar!

R$00.000,00

O que é Jogo do Bem?

O Jogo do Bem é uma iniciativa pioneira do Betsul. Com ele, suas apostas esportivas também contribuem para uma sociedade melhor. A cada aposta realizada, parte do valor é destinado a uma causa ou uma instituição social. E tudo isso sem custos adicionais ao jogador.