futebol futebol

Copa do Nordeste

Saiba tudo sobre a copa-do-nordeste

Copa do Nordeste

Por muitos anos, o futebol brasileiro se resumiu a torneios e competições locais ou regionais. Devido às dificuldades de organizar eventos em escala nacional num país tão grande, esse tipo de campeonato só passou a acontecer quando a modalidade já era uma febre e arrastava multidões. Hoje em dia praticamente não existem mais esse tipo de disputa, mas a Copa do Nordeste não apenas se manteve viva, como também ganhou muita relevância e é um dos grandes torneios da temporada. Nos primórdios, na década de 50, competições entre clubes do Nordeste começaram a acontecer, organizadas por diferentes federações e entidades. Algumas até receberam chancela da CBD (Confederação Brasileira de Desportos), que mais tarde viria a se tornar a CBF. No entanto, a atual entidade máxima do futebol brasileiro não considera os títulos destes torneios. O primeiro registro é de 1946, na Copa Cidade de Natal, um quadrangular que envolveu América-RN, Fortaleza, Treze e América-PE. O Leão sagrou-se campeão da competição. E durante muitos anos foi assim que os regionais aconteceram, com times de apenas três ou quatro estados.

O início

Em 1976 aconteceu o primeiro grande evento com vários times do Nordeste (e até de fora dele). Chamado de Torneio José Américo de Almeida Filho, ele contou com a participação de muitos clubes da região e do Volta Redonda, do Rio de Janeiro. é considerado por muitos como a primeira experiência daquilo que viria a ser a Copa do Nordeste. Depois disso, somente em 1994 um novo torneio de grande amplitude foi realizado envolvendo os times da região. E é a Taça Governador Geraldo Bulhões o evento reconhecido pela CBF como a 1ª edição da Copa do Nordeste. Quem organizou foi a FAF (Federação Alagoana de Futebol) e o Sport foi campeão ao bater o CRB nos pênaltis. Depois de dois anos sem Copa do Nordeste, a competição voltou em 1997, agora sob o comando da CBF. Ela estipulou critérios para que os clubes da região se classificassem e apenas os melhores de cada Estadual recebia o convite. A entidade também decidiu que o formato passaria a ser inteiramente mata-mata, extinguindo a fase de grupos. Ao campeão era dado o direito de disputar a Copa Conmebol daquele ano. Bahia e Vitória foram os finalistas da edição. Em uma disputa melhor de três, o rubro-negro saiu vitorioso e levantou a taça da competição. Em 1998, a CBF decidiu voltar com a fase de grupos antes do mata-mata. Esse formato se manteve até 2000, antes que a Copa do Nordeste passasse por uma grande reformulação.

Reformulação

Foi então que a CBF decidiu transformar a Copa do Nordeste em pontos corridos, envolvendo 16 equipes. Pode parecer loucura, mas o resultado foi excelente! No primeiro ano, a competição teve as melhores médias de público do país e ganhou uma injeção monetária em investimentos. O sucesso se manteve em 2002 e 2003, mas parou por aí.

O retorno

Por problemas de calendário, muitos times desistiram de disputar a Copa do Nordeste em 2004, e, por isso, a edição foi cancelada. Por quebra de contrato, diversos clubes entraram com processo contra a CBF. O imbróglio se arrastou na justiça até 2010, quando um acordo foi selado: os clubes retiravam os processos contra a CBF se a entidade voltasse a organizar a competição. Nos anos seguintes, o torneio voltou a não ter edição realizada, mas em 2013 ela retornou para ficar de vez. Disputada no começo da temporada desde então, a partir de 2014 o campeão tem direito a uma vaga na Copa Sul-Americana daquele ano.

Os campeões

O Sport foi o primeiro campeão, em 1994, sendo o primeiro time a levantar a taça da Copa do Nordeste (lembrando que esse título foi dado ao Leão da Ilha do Retiro somente anos depois). A partir de 1997 o domínio foi dos baianos. O Vitória venceu em 1997, 1999 e 2003, enquanto o Bahia foi campeão nas temporadas 2001 e 2002. Neste período, América de Natal, em 1998, e Sport, em 2000, também venceram a Copa do Nordeste. Em 2010, novamente título para o rubro-negro baiano. A partir de 2013, quando a Copa do Nordeste passou a ser disputada ininterruptamente, os títulos se "democratizaram". Por ordem, os campeões foram: Campinense, Sport, Ceará, Santa Cruz, Bahia, Sampaio Corrêa, Fortaleza e Ceará, novamente.

Quem ganhou a Copa do Nordeste 2020?

O Ceará é o atual campeão da Copa do Nordeste. No ano em que a pandemia de Covid-19 paralisou o futebol, o Vozão ficou com o título após algumas mudanças repentinas na competição. A fase final foi disputada em sede única, na Arena Fonte Nova, em Salvador, e a equipe sagrou-se campeã ao bater o Bahia na decisão.

Quem se classifica para a Copa do Nordeste?

Na fase preliminar da Copa do Nordeste participam o clube melhor colocado no ranking da CBF nos estados de Alagoas, Maranhão, Paraíba, Rio Grande do Norte e Sergipe. Porém, caso algum destes times tenha sido o último campeão do seu respectivo estadual, a vaga passa a ser do segundo time melhor ranqueado. Na fase principal participam os times classificados na fase preliminar (são quatro), além dos nove campeões estaduais da região e os melhores times ranqueados na CBF dos estados de Bahia, Pernambuco e Ceará que não se classificaram para a fase preliminar ou como campeões.

Lista de maiores campeões da Copa do Nordeste:

ClubeTítulosAno
Bahia4 títulos(2001, 2002, 2007 e 2021)
Vitória4 títulos(1997, 1999, 2003 e 2010)
Sport3 títulos(1994, 2000 e 2014)
Ceará2 títulos(2015 e 2009)
Campinense1 título2013

Maiores artilheiros da COPA DO NORDESTE:

PosiçãoNomeNúmero de gols
1Cristiano Alagoano25 gols
2Sérgio Alves25 gols
3Gilberto22 gols
4Nonato22 gols
5Ueslei21 gols

Com o Betsul, você fica por dentro de todas as informações para apostar na Copa do Nordeste! Confira estatísticas, notícias, confrontos, resultados, informações em tempo real e muito mais para suas apostas!